Fandango de Rodeio

(Bugio)

Sapecada da Serra Catarinensa

FANDANGO DE RODEIO

 

 

Fandango bueno lhes digo de pronto,

É aquele de sábado em pleno rodeio,

Quando a campeira suspende as lidas

E as invernadas param o sarandeio;

Começa com um rango bem preparado,

Servido a capricho por peões e prendas,

Uns lá na cozinha, outros no assado,

E alguns lá na copa cuidando das vendas.

 

Terminada a janta preparam o salão,

Retiram as mesas e começa a bailanta;

Ecoam floreios de gaita e violão,

E um bom cantador que abre a garganta.

É: xote, milonga, chamamé, rancheira,                                  

E tanta vanera igual nunca se viu,

E a marca que lota a sala inteira

É o tranco xucro do velho bugio.

 

Avante prendinha! Vamos peão!

Quero animação e salão bem cheio;

Todos pilchaditos com empolgação,

Que amanhã bem cedito prossegue o rodeio.

Até a patronagem já está entreverada,

Bailando animada no salão saiu

Pra dançar junto nesta madrugada:

Vanera marcada, milonga e bugio. (refrão).

 

Um casal veterano faz frente bailando,

Chamando o povo pra sala de dança;

Várias gerações no salão dançando:

Velhos, adultos, jovens e crianças.

É lindo se ver de cima do tablado,

A gauchada toda pilchada a rigor,

Prendas sarandeando vestidos bordados,

Parecem hortênsias cobertas de flor.

 

Lá pelas tantas alguém se entrevera,

Dançando largado de um jeito mais rude,

É a entrada triunfante da indiada campeira,

Pessoas simples com a mesma virtude,

Trazendo em seu corpo marcas do ofício

Das lidas com gado e com potro bravio,

Encerram as lutas, desencilham o pingo,

E vão pra o fandango dançar o bugio.

 

(refrão)

AUTOR(ES) DA LETRA:

Itacir Viera da Silva
Chapecó, SC
Anildo Souza de Araújo
Chapecó, SC

AUTOR(ES) DA MÚSICA:

Itacir Viera da Silva
Lages, SC
Anildo Souza de Araújo
Chapecó, SC

FICHA DE PALCO


ALOIZIO FELIZARDO (BABY) - VIOLAO E VOCAL

JONES ANDREI VIEIRA - GAITA

LEANDRO MARX - violao e vocal

JULIANO FLORIANI - BAIXO E VOCAL

FABRICIO VIEIRA - CAJON

ITACIR VIEIRA - INTERPRETE

RODRIGO VELHO - PANDEIRO