perdoa

(estilo/chamame)

Sapecada da Serra Catarinensa

Perdoa

Perdoa, esse meu jeito teatino
Que sempre trompa o destino 
Sem querer acompanha-lo
Perdoa, o meu coração aflito
Que quis o pago bendito 
Um ranchito e bom cavalo

Perdoa, esse meu jeito de fora
Que a cantilena da espora
Ritmou sem mestria
Perdoa se te quero mas não digo
Pois nem ao melhor amigo
Das paixões eu contaria 

Perdoa essa falta de juízo
Se de ti tanto preciso
E minha boca se cala
Perdoa se por rude sou sincero
E hoje digo que te quero
No compasso que se embala

Perdoa o tempo que não foi nosso
Pois voltar eu já não posso
Refaze-lo não podemos 
Mas ouça o ranchito está arrumado
Pra que o amor venha dobrado 
Pelo tempo que perdemos

AUTOR(ES) DA LETRA:

ramiro amorim
Lages, SC

AUTOR(ES) DA MÚSICA:

vitor amorim
Lages, SC

FICHA DE PALCO


Maicon Oliveira - Violão e Voz

Ricardo Bergha - Guitarron e Voz

Kiko Goulart - Violão e Voz

Vitor Amorim - Violão e voz